Equipe CTA recebe treinamento para o Desencalhe de Grandes Cetáceos

A migração de baleias-jubarte pela costa brasileira – realizada anualmente entre os meses junho e novembro –, está em curso. A fim de reforçar a capacitação da equipe CTA – Meio Ambiente para o Desencalhe de Grandes Cetáceos foi realizado nesta semana um treinamento teórico, aplicado de forma remota. A iniciativa tem como finalidade o alinhamento dos procedimentos técnicos e conduta da equipe, além de promover a troca de experiência e estreitamento das relações com as instituições envolvidas em cenários de encalhe desses grandes mamíferos. O médico veterinário e pesquisador do Instituto Baleia Jubarte (IBJ), Hernani Gomes da Cunha Ramos, compartilhou seu conhecimento no procedimento e apontou os desafios do desencalhe de baleias.

Em função da pandemia da Covid-19, o planejamento da capacitação prática foi adiado e ainda não há previsão para executá-lo, conforme ocorrido em 2018, onde na oportunidade foi realizado pelo CTA-Meio Ambiente um simulado inédito na cidade de Cabo Frio com a participação da equipe da empresa, autoridades e instituições de setor (foto em destaque). Desde então, a corporação capixaba investiu na aquisição de “Kits Desencalhe”. Nele constam materiais de consumo, cabos e cintas flutuantes – com resistência e tamanho compatíveis com o necessário para o reboque de animais de grande porte –, além de estruturas de apoio à equipe em campo, de modo a contribuir do atendimento veterinário in loco.

O CTA participou de importantes eventos de desencalhes de baleias, como o ocorrido em Arraial do Cabo/RJ, em 2017, com um juvenil de baleia-jubarte. Essa experiência e o Plano de Contingência para Encalhes de Mamíferos Marinhos da APA da Baleia Franca, foram compartilhados com os participantes do Treinamento Desencalhe de Grandes Cetáceos, pelo coordenador do Programa de Monitoramento de Praias das Bacias de Campos e Espírito Santo (PMP-BC/ES), Wilson Meirelles.

O PMP-BC/ES é uma condicionante do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para o licenciamento ambiental da Atividade de Perfuração e Completação de Poços, Produção e Escoamento de Petróleo e Gás Natural na área geográfica do Espírito Santo/ES e Atividade de Perfuração e Completação na área geográfica da Bacia de Campos, onde a Petrobras é operadora.

Caso encontre um animal encalhado na praia (mamíferos, tartarugas e aves marinhas), vivo ou morto, acione a Central de Emergências da Petrobras através dos números 0800 039 5005 (ES) e 0800 026 2828 (RJ) e uma equipe especializada será direcionada para atender a ocorrência.