Litoral Sul da Bahia: 16.500 filhotes de tartarugas chegaram ao mar

Em meio a notícias tão tristes, queremos compartilhar um resultado que traz alegria e que é super importante para nós e para o meio ambiente. Acompanhamos durante toda a última temporada (2018-2019) o movimento e desova de tartarugas ao longo de 35 km do litoral do Sul da Bahia. Os resultados são de dar orgulho: 16.500 filhotes de tartarugas chegaram ao mar com saúde e segurança. Foram 340 ninhos e 27 mil ovos. Infelizmente, algumas perdas de ninhos acontecem por predação animal, avanço da maré, etc. Mas nosso trabalho com o CTA Serviços em Meio Ambiente também tem a missão de evitar que isso aconteça. A equipe promove ações preventivas como colocar telas de arame para proteção em cima dos ninhos e transferência dos ninhos das áreas com risco de erosão marinha para regiões mais seguras. Apesar das perdas, mais de 16 mil ovos vingaram!

O número das ocorrências reprodutivas mostra que as tartarugas continuam usando a região para desovar, um processo que se repete com a mesma tartaruga de três a seis vezes por temporada. O aparecimento de desovas das espécies oliva (Lepidochelys olivacea), em perigo de extinção, e da tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), criticamente ameaçada de extinção, reforça a necessidade de intensificar as ações de proteção no litoral Sul da Bahia.

 

Fonte: Veracel